Ideologia, Eu Quero Uma Pra Viver!

Dois minutos e meio e o zagueiro derruba o astro do time adversário na área! Pênalti! Jogador experiente, sabido, cobra com categoria e abre o placar.

O zagueiro, recém chegado ao time, recebe algumas vaias da torcida, mas logo ele a ganharia com uma jogada bem trabalhada pela lateral do campo. Cruzamento perfeito para o atacante e gol, o jogo estava empatado. Feliz com seu desempenho e mais confiante, ele tenta novas jogadas, abusa da autoconfiança, bate boca com o juiz e logo é expulso do jogo.

No vestiário mais cedo do que imaginava, ele se pergunta se foi vantajoso ter aceitado a proposta de jogar naquele time. Com "uma perna inteira" no rebaixamento, ele sabia que qualquer errinho poderia ser fatal. Ele tivera outras oportunidades e convites, mas dispensara todos pois sempre gostou de desafios. Coisas fáceis pra ele normalmente são banais, até porque ele não acredita na sorte.

Sem esperar que os outros jogadores terminassem o jogo para então irem para casa, telefonou para membros da parte técnica e foi para o centro de treinamento do seu clube. Malhou por algumas horas, segurou as lágrimas que insistiam teimosamente em rolar sobre o seu rosto, deu algumas voltas no campo, pegou a chave do seu carro e mesmo ainda suando, foi para casa. Refletiu.

Ele não tinha mais absoluta certeza se queria realmente ser jogador de futebol. Não sentia mais todo aquele tesão em estar com a bola no pé. Tinha medo. Medo de fracassar novamente. Medo das coisas não darem certo... Ele era novo, e apesar do tempo que perdeu aprendendo todas as poucas técnicas que apresentava em campo ainda tinha muito tempo, e ele sabia disso, só não sabia o que fazer com todo esse tempo.

Viver a teoria do "deixe a vida me levar"? Não! A vida é tão chata quando não se tem objetivos... Ele vai voltar à batalha, mesmo sem saber se a vitória lhe será prazerosa! Afinal, ele está em uma guerra muito maior do que o rebaixamento do seu time. Ele está lutando por uma ideologia!

20 Comments:

  1. Spertnez said...
    Hum...interessante o texto.
    Mas, fiquei me perguntando e se ele não tivesse sido expulso, e se não tivesse recebido as vaias, teria mudado algo?
    FabioZen said...
    Legal e bem textualizado!Gostei!
    kbritovb said...
    viver sem objetivo é foda msm, mas ja cansei de fazer planos e num dar certo
    entao deixo a vida me levar
    Hugo Henrique said...
    Spertnez, é aí que tá o lance!

    "O não as vezes pode ser muito melhor que o sim", ou não! ^^

    Abraço!
    Betinho Cerri said...
    Muito loko o texto!
    Parabéns!

    www.xaqueto.blogspot.com
    João Cappello said...
    "lutar por uma ideologia", isso consegue conquistar muita gente. o caminho foi meio confuso até ele chegar nas conclusões finais... enfim, uma vida vazia é terrível, se ele agora tem objetivos para lutar, bom, boa sorte!
    Alexandre Silva said...
    Fala Hugo
    Cara, eu adoro esses textos que começam "no meio do jogo", rsrs.. sabe, q começam no meio.
    Lutar por uma ideologia é algo que soa completamente irreal hj no futebol. Já foi assim, 50, 60, mas dps... e principalmente agora, acabou.
    Seu personagem é o último dos moicanos
    Mto bom
    Abraço
    http://falandoprasparedes.blogspot.com/
    Hugo Henrique said...
    Segredo: O texto é uma metáfora! ^^
    Toninho said...
    Ideologizar de forma positiva qualquer objetivo, independente de qual seja, sempre é um ato pendentemente bom para o nosso futuro, próximo ou distante. Ter, de alguma maneira, algo para realizar, é uma prova mais que concreta de que estamos realmente vivos.
    Viver é ter metas...
    Viver é nunca alcançar o futuro...

    Enfim, pararei por aqui, senão "idealizarei" demais... hehehe' Abraços !!
    Carine Galle said...
    hum..concordo!! nao deixe a vida te levar..leve ela onde vc quer!! objetivos é a chave..

    http://seducaoedesign.blogspot.com
    clica nos ADSENSE e abaixo nos UOL!!! PLEASE!!
    Riviane Soariiz said...
    Hooy,
    você passou no meu blog e peguntou se eu sabia como colocar musica rolando nopost; infelizmente eu também não sei. faz pouco tempo que sou blogueira e ainda tô aprendendo essas coisas.
    Parabéns pelo seu blog! ele támuito legal :D

    beijoo =*
    (www.tudovaimudar01.blogspot.com)
    Riviane Soariiz said...
    Hooy,
    você passou no meu blog e peguntou se eu sabia como colocar musica rolando nopost; infelizmente eu também não sei. faz pouco tempo que sou blogueira e ainda tô aprendendo essas coisas.
    Parabéns pelo seu blog! ele támuito legal :D

    beijoo =*
    (www.tudovaimudar01.blogspot.com)
    PanPum Flûor said...
    muito bom!
    texto bem diferente
    mas passando uma msg legal :D

    gostei :D
    Fabricio bezerra da guia said...
    que interessante,essa postage é bem legal,não sei se essa história é verdade,mas gostei
    Eu said...
    Este comentário foi removido pelo autor.
    Luck said...
    Caraca! Muito legal o blog e a postagem! =O

    Viajo muito nesses exmplos 'simples' que dizem muito sobre a vida. Parabéns mesmo! o/
    Giuliana said...
    Perder um jogo tem que ser diferente de perder um sonho, mas tem de saber sonhar bem para poder fazer isso durar ou se realizar! :)

    Uma história pode representar várias coisas... futebol é paixão para aqueles que o colocam em seus textos. Porque futebol é assim, ou você ama, ou você desgosta.
    Giuliana said...
    A vida, as vezes, já é meio entediante pra quem arrisca falar 'nunca' .. imagina pra quem não fala? :)
    nao me surpreende que essa pessoa tenha medo de arriscar!
    nós temos que começar a pensar grande e por mais a mão no fogo por si mesmo, por nossos ideias.
    dizer nunca é uma prova de sinceridade naquilo que diz!
    Rui said...
    o problema da juventude atual é não ter uma ideologia
    vivem por viver, vivem pra consumir, vivem por nada
    FábioZen e Débora said...
    Visitando o amigo!Olha Hugo esse teu texto me lembrou embora não tenha nada a ver um livro que li ha muito tempo,que encontrei na estante de uma tia nas minhas férias escolares.Era sobre um veterano centroavante matador,só que era um esteriotipo de heroi,conquistador,bom de briga e havia chegado em um time do Rio onde todos estavam contra ele.No teu conto/cronica expos o dilema de caras que já não tem mais a tesão,a pegada.Parar ou continuar?Abrç!Ah se ainda não sabe como colocar musica rolando no post ja ao abrir te mostro.
    http://oficinamissoes.blogspot.com/

Post a Comment





Download por Bola Oito e Anderssauro